20 de junho de 2007

Outubro - Juan Ramón Jiménez

Um poema do poeta espanhol Juan Ramón Jiménez (1881-1958), que ganhou o Prêmio Nobel de Literatura de 1953 em Porto Rico, onde se refugiou da Guerra Civil Espanhola.


Outubro

Prostrado estava eu na terra, frente
aos infinitos campos de Castela,
que o outono envolvia na amarela
doçura de seu claro sol poente.

Tão lento, o arado paralelamente
abria a gleba escura, e a singela
mão aberta deixava o grão naquela,
em sua entranha exposta honradamente.

Pensei tirar meu coração, jogá-lo,
pleno de seu sentir alto e profundo,
no largo sulco do terreno terno,

para ver se ao rompê-lo e ao semeá-lo
a primavera mostraria ao mundo
a árvore pura do amor eterno.

(trad. Fábio Aristimunho)


O original:

Octubre

Estaba echado yo en la tierra, enfrente
del infinito campo de Castilla,
que el otoño envolvía en la amarilla
dulzura de su claro sol poniente.

Lento, el arado, paralelamente
abría el haza oscura, y la sencilla
mano abierta dejaba la semilla
en su entraña partida honradamente.

Pensé arrancarme el corazón, y echarlo,
pleno de su sentir alto y profundo,
al ancho surco del terruño tierno;

a ver si con romperlo y con sembrarlo,
la primavera le mostraba al mundo
el árbol puro del amor eterno.

(Juan Ramón Jiménez)



2 comentários:

Marcelo Moutinho disse...

Fábio, obrigado pela visita lá no Pentimento. Você pode conferir todos os indicados do jabuti no site da CBL: www.cbl.org.br. Abraço

André L. Soares disse...

Boa tarde! Excelentes poemas. Aliás, não apenas esse. O blog todo é de muito bom gosto e os textos são ótimos. Li os 4 últimos. Depois voltarei para ler mais. Estou dando um ‘passeio geral’ pelos blogs relacionados à literatura, principalmente poesia e prosa. Gostei muito do seu blog. Vou adicioná-lo ao meu blog, bem como favoritá-lo no ‘blogblogs’, para que possa visitá-lo mais vezes. Quando puder, visite também meu blog, no endereço: [ http://poemasdeandreluis.blogspot.com ]. Sinta-se à vontade... a casa é sua,... e, gostando,... por favor, também adicione meu blog e ao seu ‘blogblogs’, ‘techinorati’ etc. Vamos tentar ampliar a rede de intercâmbio artístico-cultural, influenciando-nos e aprendendo mutuamente. Grande abraço!